sexta-feira, 31 de julho de 2009

POR UMA GRANDE CAUSA

Olá meus amigos do blog, nosso amigo Ibirá, está solicitando a todos que participEm desse abaixo assinado para trazer o filme "Taare Zameen Par - Every Child is Special" (Como Estrelas na Terra - Toda Criança é Especial)para o Brasil.
O filme é lindo que todo mundo deveria assistir...
O link para saber mais sobre o filme. http://viveremalegria.blogspot.com/2009/05/taare-zameen-par-como-estrela-na-terra.html


Abaixo está o link para o abaixo assinado, vamos participar pois o filme tráz uma mensagem que é de interesse de toda a sociedade, principalmente para os pais, e educadores...
Segue o email que ele me enviou...


Olá Angelo, tudo bom? Repasso um email que acabo de escrever para meus amigos blogueiros, e que gostaria muito de incluir você também:

"Queridíssimos amigos blogueiros,

Desde o dia 6 de julho está em andamento a fase final da campanha para trazer ao Brasil o belíssimo filme indiano "Taare Zameen Par - Every Child is Special" (Como Estrelas na Terra - Toda Criança é Especial).

Os contatos sólidos para a distribuição do filme já existem, mas ainda faltam provas sólidas e contundentes de que a vinda desse filme para cá é verdadeiramente viável. É necessário provar que há público interessado e que ao menosos custos da distribuição por aqui não fiquem no vermelho.

Com o meu blog, Cinema Indiano, tenho acesso a estatísticas que mostram que a procura na internet por esse filme é crescente a cada dia dentre brasileiros - e esses dados são uma das cartas na manga de que possuo. No entanto, resolvi criar um abaixo-assinado

CLIQUE NO LINK PARA AJUDAR
(http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/4634) com o qual não descansarei até que atinja 500 assinaturas. Até este exato momento já temos 156 assinaturas, mas para que a campanha cresça da maneira com que imagino precisamos de muito mais parcerias e muito mais gente atuando nessa divulgação.

Até agora, os blogs Indi(a)gestão, Grand Masala e Em Formol aderiram à campanha e fizeram suas postagens pedindo por assinaturas. Estou agora pedindo pelo apoio de vocês. É quase uma súplica, confesso, pois trazer esse filme ao Brasil será uma grande vitória para os pais e educadores de nosso país. Além de, é claro, talvez abrir as portas ao acesso de mais filmes indianos para cá.

É isso. Conto sinceramente com a ajuda de vocês, seja divulgando entre seus contatos, seja fazendo postagens.

Desde já um imenso obrigado!

Ibirá"

REMBRANDT


*Rembrandt Hermans van Rijn foi um grande pintor holandês, nascido em 15 de julho 1606, em uma humilde família de moleiros, que o criaram, juntamente com seus outros irmãos mais velhos, com muitas dificuldades, mas com apoio a sua aptidão artística.
O estilo de suas obras revelam o cerne do movimento artístico do Barroco.
Morreu na pobreza e nos esquecimento aos 63 anos, pois foi incompreendido como tantos outros somente se tornou reconhecido anos mais tarde após sua morte. Influenciado e incentivado pelo mestre Jakob Van Swanenburch, que não permitiu que largasse o estudo e a pintura, Rembrandt vai para Amsterdam, com o intuito de expandir os horizontes.
Em 1627, Rembrandt retorna a Leyden e monta seu próprio ateliê, com Jan Lievens.
O último retrato é impactante e profundamente trágico, dramático.
A sua pele está envelhecida, com a mesma textura dos mortos das Lições de Anatomia, com as marcas da dor e do sofrimento.
Com bastante sensibilidade e expressão nos seus inúmeros auto-retartos, imprimiu na arte a tristeza de sua trágica vida.
Rembrandt casa-se com Sashia em Amsterdam, onde vive com luxo e riqueza.
É assim que atinge fama e fortuna.
Mas, depois disso, uma série de tragédias permeiam a sua vida: morrem seus três filhos no mesmo ano; um com apenas um ano e logo após, também a sua mãe e os quatro irmãos.
Uma das únicas alegrias do artista foi o nascimento de Tito, que é o único filho que chega à vida adulta.
Porém, até neste momento, ele sofre uma grande e profunda perda, que é justamente sua esposa e musa.
Tinha personalidade forte e não sabia lidar com seus clientes, pois brigava com muitos deles.
Incompreendido pela burguesia, não recebe encomendas de seus autro-retratos, nem pinturas religiosas, já que tinha espaço restrito na Holanda do século XVII.
Ele une-se a sua jovem criada, que torna-se sua musa.
Entretanto, o testamento de sua ex-mulher não permite que ele se case de novo, senão perderia o patrimônio conquistado por ambos.
Este dinheiro o sustenta durante o fim da vida do artista.

A sua companheira Hendrickje também morre em 1663.
A sua única alegria ainda é pintar, pois na verdade, não consegue mais vender suas obras e se sente arruinado e na miséria.
No fim de sua vida, sustentado pelo filho, pinta uma seqüência de fotos de sua família, de Tito, com a expressão de suas tragédias pessoais.

Existem vários detalhes na pintura interessantes que se referem a situação da parábola do filho pródigo.

As vestimentas, a diferança das mãos esquerda e direita do pai, o pé descalço do filho, a luz no rosto de cada um, a posição do outro filho que na parabola não está presente mas Rembrant colocou na cena, entre muitos outros detalhes.

Não é apenas uma magnifica pintura, é um livro de história.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

O MAIS VALIOSO DOS TESOUROS

Em uma das Suas parábolas, Jesus compara o Reino dos Céus a um tesouro escondido em um campo. Um homem o encontra e, desejando-o para si, vende tudo o que tem e compra aquele campo.

A parábola nos convida a realizarmos uma reflexão acerca do que consideramos tesouro.

Para alguns de nós, os tesouros são as coisas materiais: a casa bonita, os móveis novos, o carro último tipo, uma conta corrente expressiva, roupas caras, perfumes raros.

A possibilidade de comparecer a restaurantes sofisticados e solicitar pratos requintados. A chance de percorrer o mundo, conhecendo as obras raras do ontem e do hoje.

Para outros, tesouros são livros. E não nos cansamos de buscá-los, em especial as edições esgotadas, mais valiosas.

Outros colecionamos obras de arte e as exibimos aos amigos com alegria. Cada obra adquirida, mais um ponto para o nosso tesouro.

Recordamos de certo filme que apresentava uma família excessivamente rica. Tão rica que, para guardar seus maiores tesouros, mandou cavar um cofre no seio de uma alta montanha, onde até foram esculpidas as faces da mãe, do pai e do filho.

Certo dia, ladrões audaciosos adentraram aquele lar, amarraram os pais e sob ameaças de lhes ferir o filho, os fizeram dizer qual o segredo para adentrar na fortaleza. Os ladrões desejavam as riquezas que ali se encontravam.

Qual não foi sua surpresa ao descobrirem que os tesouros tão propalados não passavam de coisinhas tolas, como o bercinho onde dormira o bebê pela primeira vez, o primeiro brinquedo, o primeiro troféu, o primeiro sapatinho.

Para aqueles pais, tão ricos, o que consideravam como de maior valor era tudo aquilo que se referia ao filho. Ele lhes era o maior tesouro.

* * *

E o nosso tesouro? Qual será?

Recordamos Jesus que Se referia aos tesouros da intimidade, que o ladrão não rouba, nem a traça corrói.

É isso mesmo. O maior tesouro é aquele que podemos amealhar dentro de nós: nossa riqueza interior.

O que possamos crescer em intelecto, em moral, isso ninguém nos haverá de furtar.

E mesmo após a morte do corpo físico, são aqueles que seguirão conosco.

Nosso conhecimento, nossas virtudes, nossas qualidades morais. Tesouros que utilizaremos na vida espiritual e nas próximas reencarnações, seja na Terra ou em qualquer outro mundo, qualquer outra morada de nosso Pai.

* * *

Para os Apóstolos Paulo de Tarso e Barnabé o maior tesouro eram os escritos de Levi, depois chamado evangelista Mateus.

Por falarem muito a respeito do grande tesouro que possuíam, certa noite, ambos foram assaltados a fim de terem furtada aquela preciosidade.

Após o assalto, deram graças a Deus, considerando que aqueles escritos, nas mãos dos ladrões, com certeza os haveriam de transformar para o bem.



Redação do Momento Espírita

quarta-feira, 29 de julho de 2009

GRANCIS GOYA

Cinco músicas em vídeo para ouvir e ver lindas imagens



VideoPlaylist
I made this video playlist at myflashfetish.com




Musica de categoria, Francis Goya, sons maravilhosos que transmititem paz, calma e ternura. Musica emotiva,quente e cheia de perfume........

segunda-feira, 27 de julho de 2009

MONTE VERDE

Eu e aquela que mora em mim, fomos levar nossos sentidos para passear...


Fomos conhecer Monte Verde...
O caminho tem uma infra-estrutura que deixa a desejar...


Uma estrada que já teve asfalto.
Uma pena.
O que sentimos é que a região está sendo apenas explorada comercialmente, e não há nenhum investimento em qualidade de vida e qualidade para o meio ambiente.
Muita poeira, buracos misturados ao que já foi asfalto.
Se fosse intencional, haveria mais cuidado para o chão de terra, mas na verdade mais parece abandono mesmo.
Está evidente que não há a menor preocupação com o eco sistema e o impacto ambiental causada pela ação inconscinte dos turistas e comerciantes.
Quadriciclos, motos e carros rodando por todos os caminhos, ouve-se de longe o barulho dos escapamentos abertos...
Monte Verde teria tudo para ser um lugar deslumbrante, não fosse o descuido com o local.


O local em que ficamos ao menos está muito bem cuidado.
Muitos pássaros, esquilos e dois pequenos lagos com trutas.
O friozinho é muito gostoso.
Para caminhar é preciso fôlego, muitas subidas e descidas...
Valeu o passeio, principalmente pela companhia é claro...
Lemos Rubem Alves ao som das aguas caindo no laguinho, caminhamos um pouco...
Deus e a harmonia estavam presentes...

Para quem quiser conhecer link chalé Alto de Monte Verde
video

domingo, 26 de julho de 2009

FILOSOFANDO 260709

A alegria está na luta, na tentativa, no sofrimento envolvido. Não na vitória propriamente dita"
(Mahatma Gandhi)

"Grandes realizações não são feitas por impulso, mas por uma soma de pequenas realizações."
(Vincent Van Gogh)

"Mesmo as noites totalmente sem estrelas podem anunciar a aurora de uma grande realização"
(Martin Luther King)

ALMA DE EDUCADOR

VISITE MEU BLOG "ALMA DE EDUCADOR"