segunda-feira, 19 de novembro de 2007

DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA



Educação para a cidadania
Roseli Sayão

Uma professora contou um fato muito interessante. Dias antes do Dia da Consciência Negra, um aluno de sua turma, formada por crianças com idade entre oito e nove anos, fez uma pergunta: "O que é Dia da Consciência Negra?". Um colega respondeu de pronto, antes que a professora desse a explicação: "É o dia em que você só tem pensamentos ruins". Depois da explicação da professora, um outro aluno fez outra pergunta igualmente interessante. Ele queria saber se só nesse dia as pessoas deveriam ter essa consciência.

Vivemos em uma sociedade bastante intolerante com as diferenças, notadamente a racial e a social. Em tempos em que o discurso exalta a diversidade como rica e as relações sociais democráticas como ideal a ser buscado, a prática se mostra muito diferente, principalmente em relação à educação.

Na raiz de muitas atitudes de intimidação entre colegas -o fenômeno chamado de "bullying"-, estão presentes a intolerância em relação à diferença e o preconceito. Crianças e jovens que se destacam no grupo por apresentarem uma característica ou um comportamento diferente são, em geral, os candidatos preferenciais do "bullying".

Mas não é apenas na família que se ensina a rejeitar a diferença em vez de ensinar a conviver com ela. A escola não tem colaborado como deveria e poderia para desenvolver o respeito às diferenças. Em seu discurso, a instituição escolar expressa a intenção de oferecer o aprendizado, desde a educação infantil, do respeito à diferença, da subordinação dos interesses pessoais ao interesse geral, da cooperação e da solidariedade. Isso é o que se chama educação para a cidadania. E na prática, o que a escola faz?

Um comentário:

alessandra disse...

eu acho que a discriminaçao e uma coisa muito chata pois nos somos todos iguais eu sou branco e minha mae tambem e meu pai e moreno eu nao tenho vergonha dele e eu sou pobre nao sou rica nao,pra que isso nos nao somos iguais sempre na familia tem um descendente moreno branco pardo mesmo que agente nao conheça sempre tem,qual éo problema disso em?se voce ama a pessoa nao deve olhar para o modo de vestir o modo de andar o lugar onde ela mora mais sim para o coraçao eu acho assim por exemplo faiz de conta que eu sou rasista ai eu tenho um filho e ele se caza com uma moça morena eu nao vou mais gostar dele isso e bobagem.
olha agente nao devemos ter preconceito de ninguem prinsipalmente com idoso pessoas morenas com problema de surdes se e cego mudo ele(a) e igualsinho agente devemos dar o respeito para ser respeitados um abraço se quem estiver lendo este comentario for racista saiba que isso da cadeia ta e ve se tenta acabar com isso eu so tenho 10 anos e tenho ese pensamento enorme um abraço a todos thau...

ALMA DE EDUCADOR

VISITE MEU BLOG "ALMA DE EDUCADOR"