sábado, 15 de setembro de 2007

SALETE LEMOS DEMITIDA POR CONFRONTAR-SE

COM AS PODEROSAS REDES BANCÁRIAS



Salete Lemos ainda não digeriu sua demissão da Cultura, em julho. Ela diz que foi dispensada após criticar os bancos e o governo. "Um banco ameaçou tirar o patrocínio se eu não me retratasse no ar. A Cultura perdeu o compromisso com a liberdade editorial", afirma Salete. A Cultura diz que a demissão dela não teve relação com o comentário. Dá para acreditar que não ?

2 comentários:

Braz disse...

E aí, como vermos agora um programa "conceituado" como Roda Viva, comandado por Paulo Markun?

Não há como diferenciar a postura da demissão com a discussão de temas importantes no Roda Viva.
Markun devia se licenciar da apresentação de Roda Viva, afinal deixa de ser jornalista para se tornar um administrador, preocupado em manter as contas e compromisso da Fundação em dia.

E a continha no banco, fecharei semana que vem...é só uma gota...
E o voto no partidinho também.

Ubirajara disse...

Seria conveniente que todos os brasileiros achassem uma maneira de não usarem mais os bancos , então veriamoscomo eles conseguiriam continuar a existir para nos roubar , a mesma coisa faríamos com as redes de tv mancomunadas com os bancos

ALMA DE EDUCADOR

VISITE MEU BLOG "ALMA DE EDUCADOR"